As mil faces de um designer de interiores

As Mil Faces de um Designer de Interiores

Decorar um ambiente, certamente é a resposta que a maioria das pessoas dariam, se perguntadas sobre o que um designer de interiores faz. O que muitos não sabem, é que este profissional pode e faz muito quando trata-se de projetos comerciais, residenciais, institucionais e entre outros. Para alguns conhecedores desta área, eles imprimem mais que isso em seus trabalhos. Eles idealizam e realizam sonhos.

Na verdade, o designer tornou-se parte importante no mercado da construção civil. De acordo com a ABD (Associação Brasileira de Design de Interiores) a maioria dos profissionais são mulheres, têm em média 41 anos e atuam no setor há 11 anos. Em relação à formação, 45% são arquitetos. O número de Designers de Interiores representa 55%, sendo que 27% fizeram curso técnico, 8% tecnológico e 20% superior. Em Minas Gerais a maioria (36%) dos Designers de Interiores têm formação superior (dados obtidos a cada dois anos).

O AutoCAD, software utilizado para a elaboração de projetos de desenho técnico em duas dimensões (planta baixa) e modelos tridimensionais, é utilizado no Design de Interiores para detalhamento técnico de plantas baixas, com todas suas medidas, cotas e especificações técnicas.

Baixe agora mesmo o tutorial gratuito Planta Baixa no AutoCAD e aprenda a fazer desenhos no AutoCAD. Clique aqui!

O salário inicial de um designer de um designer vai de R$1,400 a R$2,400 dependendo da região em que trabalha. Neste caso, o valor é para as regiões Sul e Sudeste. E atualmente contratar os serviços destes profissionais está tornando-se mais acessível. Temos alguns motivos e entre eles: Maior opção de profissionais qualificados, conhecimento por parte dos contratantes, ascensão de novas classes, popularização da  área.

É comum que depois de alcançado um bom nível de experiência como autônomo, ele monte uma equipe que o ajudará a suprir a demanda de trabalhos (projetos) requeridos. Mas, como na maioria dos casos, o DI trabalha sozinho apenas necessitando de serviços terceirizados do outros profissionais (empreiteiros).

Planta Baixa no AutoCAD

Muitos contestam o âmbito de trabalho dos DIs, por abranger em parte, funções também exercidas por arquitetos, ou até mesmo porque os cursos de Interiores duram menos tempo e já qualificam os profissionais para o mercado de trabalho.

Aqui abaixo você pode ver mais especificamente qual as áreas de trabalho de um DI.

  • Planeja e organiza espaços.
  • Estabelece relações estáticas e funcionais.
  • Harmoniza o espaço.
  • Projeta objetos, móveis e acessórios.
  • Planeja cores, materiais, acabamentos e iluminação.
  • Adequa o projeto de acordo com o gosto, qualidade e disponibilidade financeira do cliente.
  • Administra o projeto, estabelece cronogramas, fixa prazos, define orçamente e comanda uma equipe de trabalhadores que serão essenciais para a execução do projeto.

As mil faces de um designer de interiores

O designer de interiores sobretudo, tem que ter prazer em trabalhar e fazer o melhor na vida das pessoas. Conhecer seu cliente, seus gostos, necessidades e mostrar isso no resultado final de seu trabalho, torna-se muitas vezes mais importante que o próprio valor financeiro. Tem que ser algo gratificante sempre, até porque o que eles fazem é exaustivo. Muitas vezes isso significa tornar o sonho das pessoas em realidade.

Se você deseja fazer um bom curso de AutoCAD e se destacar no mercado, visite o meu site. O link é http://plataformacad.com.br/curso-de-autocad/.

One Comentário

  • anna-922 12/01/2016 at 17:47

    E disso que um designer de audio cuida, sendo quem capta, manipula ou gera elementos de audio. Muitas vezes, tem de trabalhar com pecas musicais, ou sonoras, previamente gravadas e manipula-las digitalmente.

Deixe o seu comentário

O seu e-mail não será divulgado.