Curso de AutoCAD e o Desenho Técnico

O Desenho Técnico Mecânico e Sua Relação com o AutoCAD

No artigo de hoje vou falar um pouco sobre o Desenho Técnico Mecânico. Leia o artigo abaixo!

Nenhum engenheiro pode negar que a base de todo o seu trabalho diário é o desenho técnico. Pontes, arranha-céus, rodovias, peças mecânicas. Todo projeto da engenharia civil ou mecânica começa com o desenho que antigamente era feito à mão livre. Com o passar dos anos, a tecnologia foi avançando e, com ela, os meios de se elaborar um projeto foram sendo aprimorados e hoje temos diversos softwares capazes de substituir o lápis e o papel a fim de dar maior precisão e qualidade aos projetos. Vamos entender um pouco sobre a evolução do desenho técnico.

Desde cedo

Historicamente, os primeiros desenhos técnicos foram feitos por Leonardo da Vinci no século XV, impulsionando essa representação com o estudo do desenho e da pintura. Entretanto, criar peças tridimensionais era um desafio na época até que, quase 300 anos depois, Gaspar Monge cria um sistema capaz de representar um objeto com precisão em 3 dimensões, se tornando a base do desenho técnico atual.

Com a necessidade de padronização do desenho técnico, no século XIX nasceu a Geometria Descritiva criada pela Comissão Técnica TC 10, tornando-se e principal forma de representação técnica a partir do desenho.

Nos anos 80 e 90, com a grande expansão do uso de computadores, foram desenvolvidos diversos programas habilitados a criar desenhos com maior complexidade e reduzindo muito o tempo de execução, o que gerou uma reformulação dos métodos de trabalho de diversos setores. A partir daí nasceu o sistema CAD (Desenho Assistido por Computador), capaz de criar desenhos precisos e utilizados pelas áreas de engenharia, geologia, geografia, arquitetura e design.

Tipos de desenho técnico

Há 2 tipos de desenho técnico, os projetivos e os não-projetivos. Os desenhos projetivos são resultantes de projeções do objeto em um ou mais planos de projeção, correspondendo às vistas ortográficas e às perspectivas. Já os não-projetivos correspondem aos desenhos resultantes dos cálculos algébricos e compreendem os desenhos de gráficos, diagramas etc.

Mas, e o Desenho Técnico Mecânico?

De acordo com o site Wikipédia (fonte), o Desenho Mecânico é a representação gráfica voltada ao projeto de máquinas, motores, peças mecânicas.

O desenhista mecânico realiza desenhos, projeções e cortes utilizando principalmente meios eletrônicos, prepara folhas de trabalho e diagramas detalhados de máquinas e peças e de projetos mecânicos contendo as informações necessárias para a sua produção e documentação e elabora relatórios e outras formas de documentação textual, de acordo com as normas técnicas ABNT, ISO ou DIN, em condições de qualidade, segurança e preservação ambiental.

Hoje em dia, o software mais utilizado para a realização de desenho técnico mecânico, arquitetônico ou mesmo elétrico, entre outros, é o AutoCAD. Mas, é possível conseguir um lugar no mercado com esse curso?

A resposta é sim!

Sabe porque… Porque o seu lugar ao sol é você quem faz!!

Como já te disse anteriormente no artigo sobre como ganhar dinheiro com AutoCAD, o AutoCad é o software que inovou a forma de se trabalhar com projetos gerais através do computador ou o que é chamado de CAD.

Agora quero apresentar para você a aplicação desse vovô dos softwares de engenharia no desenho técnico mecânico.

CURSO DE AUTOCAD E O DESENHO TÉCNICO

Para iniciar vamos analisar apenas 2 características do técnico que são a dor de cabeça de todos os alunos, ou seja, a forma de enxergar esses 2 pilares do desenho técnico.

Talvez você já conheça, mas existem muitos alunos que tem muita dificuldade nesse ponto.

Esses dois pilares são:

  • Vistas ortogonais
  • Vistas isométricas

Vamos iniciar pelas vistas ortogonais.

Planta Baixa no AutoCAD

As vistas ortogonais são utilizadas para que tanto projetistas, engenheiros, fabricantes possam entender melhor a peça a ser produzida, sem essas vistas fica praticamente impossível.

As vistas ortogonais estão divididas em: vista frontal (frente), vistas lateral direita e lateral esquerda, vista superior (parte de cima), vista inferior (de baixo) e vista posterior (parte de trás).

Veja a imagem:

Curso de AutoCAD e o Desenho Técnico

Essas são as definições de cada vista acima:

  1. vista frontal
  2. vista superior
  3. vista lateral esquerda
  4. vista lateral direita
  5. vista inferior
  6. vista posterior

Essas vistas podem parecer simples ou até mesmo insignificantes, mas te garanto sem elas você não consegue expressar seu projeto mecânico, então fique atento!

A outra vista necessária para que você possa criar projetos mecânicos são as vistas isométricas, essas são muito simples e tem uma lei básica. Ela forma com a horizontal um ângulo de 30°, apenas isso.

Essa é uma vista que parece ser em 3D, mas não é!

Veja a imagem:

Curso de AutoCAD e o Desenho Técnico

Agora podemos ver que a união das vistas ortogonais com a vista isométrica gera uma melhor compreensão da peça ou elemento a ser projetado de forma mais clara, não é?

É óbvio que é necessário treinamento e estudos complementares para que você se torne um expert nessa belíssima arte de projetar, mas isso é fácil, o mais difícil é dominar o AutoCad e suas ferramentas, pois ele te dá as ferramentas exatas para trabalhar com esse projeto!

Quer descobrir mais? Isso você consegue através de um bom curso. Se você ainda não sabe o que é um Curso de AutoCAD, acesse o link https://plataformacad.com/curso-de-autocad/ e fique maravilhado com o que ele pode fazer.

Não perca tempo, como te disse acima eu repito:

O seu lugar ao sol é você quem faz!!

Vem se qualificar conosco 😉

Deixe o seu comentário

O seu e-mail não será divulgado.