O que é BIM?

O Que É BIM? Surpreenda-se com Este Conceito!

Você já se perguntou o que é BIM? Pois é, o Building Information Modeling (BIM), tem o significado de Modelagem da Informação da Construção. Este conceito tem relação com projetos para construções.

A tecnologia BIM permite criar de forma digital modelos virtuais para construção. A técnica é aplicada no mercado de Arquitetura, Engenharia e Construção.

O que é BIM?

De acordo com o Comitê de Projeto do National Building Information Model Standard (NBIMS-US™) o modelo de informação de construção (BIM) representa:

“Recursos de conhecimento compartilhados para informações sobre uma instalação, enquanto a colaboração dos participantes é uma outra característica básica”.

Ou seja, a tecnologia permite o gerenciamento de informação de um projeto, seja em fase inicial ou então por meio do modelo digital. O conceito BIM envolve todo ciclo de vida da edificação.

Para ter suporte neste conceito é preciso utilizar modelagem 3D. Na prática nenhuma obra é igual, porém, todas necessitam de materiais, serviços e providências para que sua execução seja perfeita.

Em um projeto gerenciar esta colaboração multidisciplinar pode ser complexo, pois é preciso planejamento, programação e outros fatores para finalizar o mesmo. Mas, através do BIM é possível ter todas as informações integradas em uma única plataforma.

Quando o projeto é feito com o BIM é possível agregar todas as partes, e organize as etapas da construção. O software que utiliza este conceito, permite que diversos profissionais possam trabalhar no mesmo projeto, com o mesmo arquivo, ou seja, adicionando somente os dados conforme a sua especialidade, e consequentemente vendo as atualizações em tempo real.

Como exemplo, ao modelar uma parede com o BIM além de especificar parâmetros é possível adicionar espessura, comprimento, altura e até mesmo o material da parede, fabricantes de materiais, custos, propriedades térmicas e acústicas, entre outros.

Hoje os softwares BIM mais usados são o Revit Architecture, ArchiCAD e Vector Works Architect, para arquitetura, o Revit Structure, CAD/TQS e Tekla Structures para a estrutura e o Navisworks para Gerenciamento de projetos, entre outros.

Atualmente a Autodesk é líder de mercado e possui diversas ferramentas BIM. Como o Revit, Revit Architecture para arquitetura, Revit Structure para engenharia estrutural e Revit MEP para engenharia mecânica, elétrica e hidráulica (MEP de Mechanical, Electrical, Plumbing) e etc.

No entanto é preciso ressaltar que o BIM não se resume apena a modelador de objetos em 3D, pois ele pode ser utilizado para desenvolvimento de projetos e integração das disciplinas, pois projeta para criar uma simulação e modelo ideal, conforme as características do que você pretender construir.

A sua aplicação abrange na criação de um modelo virtual que ofereça todas as características do produto final, como informações técnicas, execução, manutenção, orçamentos, entre outras funções.

O interessante é que a possibilidade de inserir mais detalhes garante uma maior precisão ao projeto, com a integração de todos estes elementos e informações precisas é possível garantir um modelo bem sucedido.

Com a tecnologia, o BIM traz precisão e capacidade para trabalhar com diversas informações. O item traz a chance de oferecer soluções prévias, além de garantir a integridade e avaliar algumas questões do projeto, como custo entre outros parâmetros.

No geral, a definição é permitir uma comunicação eficiente entre as partes, trazer fluência entre as informações de construção, para permitir um trabalho integrado e garantir uma entrega eficiente e precisa.

Como surgiu o Conceito BIM?

Depois de falar um pouco sobre o que é BIM, chegou a hora de dizer como surgiou o conceito BIM.

O desenvolvimento dos softwares BIM, como conhecemos, ocorreu no início dos anos 80, mas em 1974 professor Charles M. Eastman do Instituto de Tecnologia da Geórgia com outros estudiosos criaram o conceito BDS (Building Description System – Sistema de Descrição da Construção), segundo Eastman et al. (1974):

“O sistema BDS foi iniciado para mostrar que uma descrição baseada em computador de um edifício poderia replicar ou melhorar todos os pontos fortes de desenhos como um meio para a elaboração de projeto, construção e operação, bem como eliminar a maioria de suas fraquezas”.

Através do conceito permitiu que os projetos de construção fossem elaborados para utilização em sistemas computacionais (softwares), para facilitar projetos e desenhos técnicos associados, chamados CAD (Computer Aided Design).

Planta Baixa no AutoCAD

Segundo Penttilä (2006): “Building Information Modeling (BIM) é uma metodologia para gerenciar a base do projeto de construção e os dados do projeto em formato digital ao longo do ciclo de vida, da construção”.

Com o passar dos anos, houve atualizações do BIM, na qual permitia a integração total, entre todos os agentes.

Inclusive é possível observar conforme dados apresentados pelo SINDUSCON SP (2015), em diversos países do mundo o uso do BIM está se tornando massivo. Nos Estados Unidos, por exemplo, desde 2006 já é obrigatório para construção de todos os edifícios federais, com exceção aos militares que utilizam um próprio.

Já no Reino Unido, iniciou em 2012, onde todos os projetos públicos utilizam a tecnologia. Em Singapura já utiliza desde 2001 e outros países como Holanda, China, Suécia e Noruega também se renderam ao BIM.

No Brasil a tecnologia começou em 2006 e foi instaurada pela ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) e a Comissão de Estudo Especial Modelagem da Informação da Construção (BIM) para que sejam definidos os padrões da modelagem brasileira.

Através das mudanças ao longo dos anos o BIM permitiu inserir todas as ferramentas usadas no papel em um ambiente virtual, e se comparado com processo tradicional, permite uma maior eficiência e melhor comunicação entre todos envolvidos.

A difusão do BIM no Brasil permite uma nova qualidade no planejamento e na administração da obra. Contudo, traz a possibilidade de automatizar os processos e trazer uma economia de tempo e redução de custos.

O que é BIM?

Tecnologia BIM e Revit são a mesma coisa?

Muitos têm a dúvida sobre o revit bim, na realidade ambos são totalmente diferentes, portanto:

  • BIM (Building Information Modeling) é a tecnologia que permite o conjunto de informações geradas na produção de um edifício ou projeto.
  • O Revit é um software criado que utiliza o conceito do BIM (Building Information Modeling).

O programa Revit foi desenvolvido pela Autodesk e permite que o usuário consiga utilizar através da modelagem os parâmetros de elementos. Para compreender melhor, conheça alguns softwares que utilizam o BIM, são: Revit Architecture, Archicad, Bentley, Vectorworks, Revit Structure, Tekla, TQS, Revit MEP e muito outros.

Leia também: O que é Revit?

Deste modo, os modelos do BIM são réplicas virtuais da edificação, para que permita a construção virtual e digital. Ou seja, todos são protótipos gerados com softwares BIM onde apresentam objetos com informações, como exemplo o programa Revit.

Diante disso, os modelos gerados pela plataforma BIM demonstra uma construção virtual do objeto que permite quantificar, planejar, coordenar, além de recuperar informações e verificar interferências, testar alternativas e ver o comportamento em diversos agentes.

Ou seja, os escritórios utilizam o software que apresentam a tecnologia BIM para garantir um maior controle sobre seus projetos. Em vista disso é possível atualizar as plantas e inserir modificações para evitar erros e ter uma previsibilidade de custos e desempenho. Com esta opção é possível ter mais tempo para experimentar, além de ter alternativas do projeto e garantir uma melhora nos resultados finais.

No Revit que é baseado no uso da tecnologia BIM é possível fazer a alteração nos componentes de projeto e automaticamente gerar mudança nos documentos 2D fazendo desenhos consistentes e completos.

Ou seja, a tecnologia do BIM aplicada ao Revit, permite a melhora no fluxo de trabalho inclusive no gerenciamento do tempo e nos processo projetais. Isto é, ele foi construído para visualizar problemas, soluções, e coordenar e colaborar os projetos.

A aplicação do sistema BIM neste software permite não somente dados geométricos, mas informações relativas que tenham ligação com a produção, operação e também manutenção do empreendimento.

Concluímos então que o BIM eleva o sentido da construção e traz a comunicação, informação, integração e atomização. Portanto, cabe aos profissionais adaptarem e investirem nesta tecnologia para que consigam projetar e executar da melhor forma.

Entendeu o que é BIM e a relação dele com o Revit? Temos Cursos de Revit, passo a passo, começando do zero, no link https://plataformacad.com/curso-de-revit/. Aproveite!

Deixe o seu comentário

O seu e-mail não será divulgado.